Devaneios

Lisboa desde o sofá

Estou em Lisboa sentada no sofá entre rascunhos que não saem à luz, tenho um quadro de Dali em frente, entra o vento pela janela e chove, faz frio. É um dia cinzento daqueles que eu gosto e não quero que a minha mão pare de escrever, um segundo pode ser mortal, a vida pode… Continue reading Lisboa desde o sofá

Anúncios